terça-feira, 19 de junho de 2018

Confira uma breve história das origens do futebol e da copa do mundo

Finalmente o Brasil estreou na Copa do Mundo da FIFA edição 2018, com empate contra a seleção da Suíça, time que, ao longo da história dos mundiais de futebol, nunca levou o troféu para casa — e o mais longe que chegou nas competições foi às quartas de final, em 1934, 1938 e 1954. O próximo adversário é a Costa Rica, que perdeu de 1 a 0 para a Sérvia em seu jogo inaugural, no último domingo, e o enfrentamento está marcado para sexta-feira, 22, às 9 da manhã.
Aliás, falando nos nossos adversários, esta é a quinta vez que os costarriquenhos participam de uma Copa do Mundo — suas participações anteriores foram nos mundiais de 1990, 2002, 2006 e 2014 —, e, pelo menos até agora, o time nunca saiu vencedor de partidas disputadas contra a Seleção Canarinho. Tomara que as coisas continuem assim, não é mesmo? Mas, até garantirmos o próximo placar, que tal conferir um breve histórico sobre as origens do futebol e das Copas do Mundo?

Origens anteriores a Cristo

Todo mundo já ouviu falar que o futebol, como o conhecemos hoje, surgiu na Inglaterra e coisa e tal, o que não deixa de ser verdade. Só que a realidade é que a humanidade vem chutando bolas — estamos nos referindo ao objeto que você pode ver abaixo, hein! — há muito, muito tempo, e uma porção de jogos no decorrer dos milênios contribuíram para o desenvolvimento do esporte.
Gato girando bola
É dessa bola que estamos falando! (Giphy 1)

Uma das evidências mais antigas relacionadas com um jogo com características que lembram as do futebol se encontra em um manual de exercícios militares praticados entre os séculos 2 e 3 a.C. na China, durante a Dinastia Han, o qual se chamava Tsu’ Chu. A competição consistia em lançar uma bola feita de couro e cheia de penas e pelos em uma rede que se encontrava presa entre dois postes de bambu que ficavam entre 30 e 40 centímetros de distância um do outro.
Ilustração mostrando a prática do Tsu’ Chu (Wikimedia Commons/Huang Shen)
Os jogadores eram proibidos de pôr as mãos na bola, mas estavam liberados para usar pés, ombros, peito e costas — e tinham que acertar o “gol” enquanto eram atacados pelos oponentes. Além do Tsu’ Chu, outro esporte que nasceu em terras orientais foi o Kemari, que surgiu no Japão uns 500 ou 600 anos depois da modalidade chinesa.
Pessoas jogando KemariGrupo jogando Kemari no Japão (Wikimedia Commons/Rad Beattie)
Durante o jogo japonês — que é praticado até hoje! —, os indivíduos ficam em um círculo e devem passar a bola de um para o outro com o uso dos pés sem deixar que ela caia no chão e, tipicamente, o Kemari conta com a participação de seis a oito pessoas. Há quem acredite que o jogo japonês foi inspirado no chinês, embora ele não tenha os mesmos elementos competitivos que o Tsu’ Chu, e a bola, nesse caso, seja feita com couro de cervo e cheia com pó de serra.

Em terras ocidentais

Pouquíssimos detalhes sobreviveram à passagem do tempo, mas a bola também rolava na Grécia Antiga, através de uma competição chamada Episkyros — na qual times compostos por 12 a 14 integrantes tinham que tentar lançar a bola sobre a cabeça dos oponentes e chegar a uma linha chamada skuros. Aliás, vale mencionar que, apesar de se tratar de um jogo, as coisas podiam ficar bem violentas, especialmente quando as competições ocorriam em Esparta.
EspartaAs coisas eram meio tensas naquela época (Giphy 2)
E não pense que as antigas culturas das Américas ficam de fora dessa história toda! Existem registros de um jogo que rolava na mesoamérica no qual a bola simbolizava o Sol, e o capitão — e às vezes até o time perdedor inteiro — era sacrificado para apaziguar os deuses. Entretanto, parece que foi a versão romana, conhecida como Harpastum, que acabou chegando até a Inglaterra e possivelmente inspirando, muitos séculos mais tarde, o nascimento do futebol.
Grécia Antiga Grécia Antiga (Wikimedia Commons/Domínio Público)

Inglaterra

Ninguém sabe dizer ao certo até que ponto os britânicos se inspiraram na prática romana para desenvolver seu próprio jogo, mas existem indícios de que, no século 12, a galera se reunia em estradas e campos ingleses para as “peladas”. A coisa toda envolvia a participação de um grande número de jogadores — que saíam dando chutes e socos na bola —, e tudo era meio violento, tanto que não era raro que ocorressem mortes.
Por conta disso, a “diversão” foi banida no século 13 — mas, nem por isso, as pessoas deixaram de praticá-la às escondidas. Então, com a popularização do Calcio, uma modalidade italiana do século 16 que envolvia a participação de 54 homens que se enfrentavam meio que como gladiadores na arena, o povão voltou a jogar bola na Inglaterra, só para ser banido novamente.
Calcio StoricoGalera praticando o Calcio Storico nos dias de hoje (Wikimedia Commons/Lorenzo Noccioli)
Mas, como o desejo de jogar futebol jamais pôde ser completamente reprimido, em 1863, as primeiras regras foram finalmente estabelecidas. Já as primeiras competições entre equipes começaram a ser organizadas poucos anos depois, e o futebol foi incluído oficialmente nos Jogos Olímpicos de Verão em 1908, celebrados em Londres.
Vale mencionar que existem outras teorias sobre a origem do futebol na Inglaterra, como a de que ele teria raízes anglo-saxãs — uma lenda diz que, na primeira vez em que o jogo aconteceu em terras britânicas, a cabeça de um príncipe dinamarquês teria servido de bola! —, celtas e normandas, uma vez que há indícios de que modalidades semelhantes também pipocavam no norte da França na Idade Média.

É Copa!

A primeira Copa do Mundo foi realizada no Uruguai em 1930, como você deve saber, e as conversas de sediar o mundial de futebol no país sul-americano começaram 2 anos antes, em 1928, durante um encontro do comitê executivo da FIFA que aconteceu em Amsterdã em maio daquele ano. A Federação bateu o martelo em 1929, em Barcelona, e os nossos vizinhos foram escolhidos por ocasião da celebração dos seus 100 anos de independência.
Copa do MundoFinal entre Uruguai e Argentina na Copa de 1930 (Sportsnet/AP)
 Mas não foi uma primeira Copa tranquila: a Europa se encontrava envolta em uma baita crise econômica e, naquela época, além de ser caro enviar times inteiros para o outro lado do Atlântico, a viagem era bem longa. Outra complicação foi que muitas equipes não estavam muito dispostas a abrir mão de suas estrelas por tanto tempo; assim, os organizadores — entre eles, Jules Rimet, o então presidente da FIFA e figura que inspirou o nome do troféu — tiveram um baita trabalho para reunir as equipes.
PeléÉ o Rei! (Giphy 3)
No fim, quatro times europeus embarcaram — França, Bélgica, Romênia e Iugoslávia —, e a primeira Copa do Mundo teve início no dia 18 de julho de 1930, no Estádio Centenário, em Montevidéu. Os donos da casa conquistaram o posto de melhores do mundo, mas ficaram tão de cara com o fato de apenas quatro equipes da Europa terem ido prestigiar a competição que, na edição seguinte, se recusaram a defender o título — primeira e única vez em que isso aconteceu na história das copas.
PeléIncrível (Giphy 4)
As Copas seguintes, as de 1934 e 1938, foram sediadas na Itália e na França, respectivamente, mas com as tensões prévias e a eclosão da Segunda Guerra Mundial, o mundial de futebol só voltou a ser celebrado em 1950, aqui no Brasil. Agora, 68 anos depois, a Copa do Mundo da FIFA, na Rússia, está em sua 21ª edição — e todos os brasileiros estão na torcida para que o nosso time seja coroado campeão do mundo!
***
Fontes 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Back To Top